Volkswagen Gol Track 1.0 2017 – Conheça o carro – Review Gol Track

By | 1 de maio de 2017

Até pouco tempo atrás carros com motor 1.0 eram vistos com desconfiança pelos motoristas pelo fraco desempenho, mas a tecnologia chegou para resolver os problemas e os novos motores 1.0 com 3 cilindros amenizaram esse preconceito, além de trazer economia. E isso fez com que novas versões surgissem, como este o Gol Track vendido só com motor 1.0 de 3 cilindros.

Disponível apenas com carroceria de 4 portas tem visual estradeiro/aventureiro, ganhou frente exclusiva inspirada na nova Saveiro que o deixou com um ar mais firme e robusto, o capô do motor é mais alto, os faróis duplos tem mais cor escurecida, os de neblina são trapezoidais e o para-choque é novo. O interessante é que ele tem um angulo de ataque 10% melhor em relação ao Gol normal, o que facilita na hora de encarar obstáculos, porem bem que poderia ter esse detalhe aliado a uma suspensão mais alta, como na antiga versão Rally, dessa forma enfrentaria estradas de terra mal conservados com mais facilidades, como sugere o visual aventureiro, com molduras plásticas nos paralamas e soleira nas portas.

Por dentro também é diferente, o padrão de acabamento é Volkswagen, com arremates bem cuidados e materiais de qualidade, para deixar o interior mais esportivo tem teto, colunas, para sois e retrovisor na cor preta. O espaço continua igual, tem lugar para 5 mas é bom para 4 adultos, mas com ressalvas, é que para dar uma sensação de maior espaço os bancos têm o acento curto e depois de algum tempo acabam cansando pela falta de um apoio maior, e apesar de ter encosto de cabeça no banco traseiro para quem vai ao meio, continua faltando o cinto de 3 pontos. O porta-malas com 285 é muito bom para um carro que é um hatch compacto.

Com certeza o melhor do Gol Trak é o moderno motor 1.0 de 3 cilindros, entrega uma boa potência e torque, com ele o compacto é muito gostoso de dirigir e é ágil no trânsito, ele esta bem agradável e as vibrações típicas desse tipo de motor três cilindros não chegam a incomodar, mesmo quando se estica as marchas, quem ajuda nessa tarefa é um ótimo câmbio manual de 5 marchas com engates macios e preciso, referência entre os carros nacionais.

Por ser uma das versões mais pesadas do Gol, o desempenho ficou um pouco prejudicado, mais nada que chega a incomodar em relação as outras versões do modelo, de qualquer maneira é sempre bom lembrar que mesmo tendo um motor moderno, continua sendo um 1.0 e aumentar o número de pessoas a Bordo é necessário reduzir de marcha mais vezes para ter boas retomada de velocidade, porém como um bom 1.0 não decepciona nada no consumo, no circuito cidade-estrada chegou a 14,9 quilômetros por litro de gasolina e 10,7 Km por litro de etanol, na estrada média de 18 quilômetros por litro são obtidas com facilidade.

Com isso concluímos; Carro no Brasil de uma maneira geral não esta muito barato, mas a Volkswagen abusou um pouco por esse Gol Track, já que além da aparência de série que tem apenas ar condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros e travas elétricas custa R$39.990, e para ter um completo com direito a pintura especial, rodas em liga, suporte de celular, sistema multimídia que espelha o telefone, computador de bordo e sensores de estacionamento traseiro entre outros, passa dos mais de quarenta mil reais indo para R$50.587. Por esse preço deveria ter pelo menos sistema start-stop, câmbio de 6 marchas, sem falar dos importantes controle de tração e estabilidade. Deixe em um comentário abaixo o que você achou da proposta do Gol Track 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *