Honda Civic EXL 2.0 2017 – Conheça o carro – Review

By | 21 de abril de 2017

Honda Civic EXL 2.0 2017 frente

Novo Civic 2017

Mais baixo e largo, o que o deixaram com o ar de mais esportivo, essa décima geração do Civic e vai além das expectativas de quem esperou pelo novo modelo. Completamente renovado ele chama atenção pelas linhas modernas e musculosas, que mostra uma grande evolução em relação ao modelo anterior e com certeza vai agradar a muita gente.

E se ficou bem diferente por fora, dentro também mudou bastante. Começa com o design de todo o interior, materiais de melhor qualidade e agradáveis ao toque, que dão um ar mais sofisticado como na versão e EXL com revestimento em couro, que segundo a Honda deverá estar entre as mais vendidas. O painel agora tem um moderno quadro de instrumentos digital configurável e uma tela multimídia de 7 polegadas com acesso direito a Apple carplay e Android Auto.

Quanto ao espaço dentro se era bom agora ficou melhor, com entre-eixos maiores ele acomoda cinco adultos bem, inclusive no banco traseiro, até o porta-malas cresceu agora com 519 litros de capacidade, também houve melhoras no ar-condicionado digital de duas zonas, freio de estacionamento elétrico, controlador automático de velocidade e câmera de ré são de série, também melhorou na segurança tem 6 Air-Berg, cinto de 3 pontos e apoio de cabeça para todos, controles de tração e estabilidade, sistema de vetorização de torque e auxiliar de partida em rampa.

Na mecânica porém ficou devendo, é que o moderno motor 1.5 Turbo só é disponível na versão Touring, a mais cara, nas outras como esta EXL ele continua o antigo 2.0 aspirado, apesar de não ser dos mais potentes, em relação a cilindradas tem um funcionamento suave silencioso chegando a dar impressão que está desligado ao ficar em rotação de marcha lenta.

A novidade fica por conta do câmbio automático tipo CVT de variação continua com 7 posições, como se fossem marchas com respostas rápidas e ainda a possibilidade de trocas sequenciais em gatilhos atrás do volante, ajuda no desempenho especialmente nas retomadas de velocidade.

Porém no consumo deveria se sair melhor, apesar de ter o modo Eco no câmbio que faz com que o conjunto mecânico tem as respostas mais lentas, para privilegiar a guia na cidade estrada chegou a 8,1 quilômetros por litro de etanol e 11,4 Km por litro de gasolina.

Com uma boa posição de dirigir, direção elétrica e relação variável bem precisa, suspensão independente nas 4 rodas, além de bitolas e pneus mais largos em relação ao modelo anterior, o novo Civic tem um comportamento muito bom em curvas sem inclinar muito a carroceria, passa muita segurança. O que é melhor sem esquecer do conforto já que filtra bem as irregularidades do terreno e mantenho o interior silencioso mesmo em viagens longas. Só quando que o asfalto é muito áspero é que o barulho de rolamento dos pneus incomoda, para complementar possui freios a disco nas 4 rodas muito eficientes.

Bom em síntese a evolução do novo Civic é visível, e apesar de esta versão manter o antigo motor, a mecânica também melhorou, mantém a forma de confiável e que da pouco na oficina!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *