Fiat Mobi Drive 1.0 – Review Mobi Drive 2017 – Conheça

By | 30 de abril de 2017

Quem tem pressa come cru diz o ditado, e foi mais ou menos isso que aconteceu com o Fiat Mobi. O Mobi Drive chegou ao mercado com o moderno e esperado motor Fire Fly de 3 cilindros 1.0. Além do motor tem outros detalhes que fazem a diferença, o motor Fire Fly de 3 cilindros 1.0 que estreou no Uno 2017 deu outra vida ao pequeno Mobi, para começar no desempenho, apesar de ter a mesma potência e torque como Mobi é 65 kg mais leve praticamente carrega sempre um adulto ou menos quando comparado ao Uno, esse menor peso para motores de 1 litro faz muita diferença, tanto que as acelerações, retomadas de velocidade e até a máxima são melhores, outra grande vantagem dessa relação peso-potência aparece no consumo, como era de se esperar foi mais econômico do que o Uno e do que as outras versões do Mobi no mesmo circuito metade cidade, metade estrada. Ou seja com as ótimas médias de 13,5 quilômetros por litro de etanol e 18,9 Km por litro de gasolina desbancou o Uno que agora é o mais econômico que nós conhecemos!

Outra diferença do Mobi Drive em relação aos outros Mobi estão na direção com assistência elétrica de série, não só pela precisão mas também pela função City que faz o volante ficar mais leve em baixas velocidades, tornando o Mobi ainda mais ágil no trânsito e facilitando as manobras, sem contar que apesar do propósito de ser um veículo urbano, o novo motor do Mobi também enfrenta estradas tranquilamente.

A sensação que se tem ao dirigir o Mobi Drive é de poder dirigir mais relaxado, já que responde melhor e sem ter que trocar tanto de marcha no câmbio de engate macios e preciso, o barulho e a pequena vibração típica de motores de 3 cilindros, não chegam a incomodar mesmo esticando as marchas, como nos outros o que pegou foi o reflexo que não deixa enxergar direito quadro de instrumentos durante o dia, e a grande inclinação da carroceria em curvas fechadas que transmite um pouco de insegurança, uma novidade legal é o sistema funcional live-run que por meio de um aplicativo transforma seu smartphone na central multimídia do carro, com suporte e alimentação para o celular funcionar bem, é simples intuitivo.

No restante o drive repete a mesma proposta Urbana das outras versões, tem design moderno que agrada e ele é pequeno por fora, o que facilita a vida na cidade. Dentro porém só possui bom espaço na frente, porem mais dois adultos atrás todo mundo fica apertado. O porta-malas não é diferente, é pequeno, e a chamada caixa organizadora além de não ser prática falta espaço. O acabamento interno apesar de ter abusado no plástico agrada, pelos bons arremates, materiais de qualidade e alguns equipamentos de série como computador de bordo e ar-condicionado, só ficou faltando o mesmo câmbio de 6 marchas e o sistema start-stop que o deixaria ainda mais econômico. Mas apesar disso esse sim é o Mobi como deveria ter sido desde o começo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *